H o n e s t a    M e n t e

  Honesta Mente

Brazilian programmer, I live in Champaign, IL. I write what I feel like writing, whenever I have a need to write.

Friday, May 30, 2003



Guia de Pista Eletrônica

Um achado, na Telescópica, o blog do Jampa.


by Mau on 5/30/2003 03:29:00 PM | #
What's on your mind?





Consideration

It's great when something works. Again, I'm trying to do things all by myself. Suddenly, I find out I'm not the only one trying to make things work. It's good to realize there's unselfish and considerate people. It's even better when you want to be unselfish and considerate to them as well.

This so called life is not so bitter after all...


by Mau on 5/30/2003 08:27:00 AM | #
What's on your mind?





Today's Fortune:

Fortune's Real-Life Courtroom Quote #32:

Q: Do you know how far pregnant you are right now?
A: I will be three months November 8th.
Q: Apparently then, the date of conception was August 8th?
A: Yes.
Q: What were you and your husband doing at that time?


by Mau on 5/30/2003 08:22:00 AM | #
What's on your mind?


Thursday, May 29, 2003



Eu sou doido mesmo...

Acabo de falar com ela. Lógico que ela está com a cabeça em outro lugar, toda essa minha loucura foi minha. Wow... segunda vez que pirei... isso está ficando sério...


by Mau on 5/29/2003 09:25:00 PM | #
What's on your mind?





Blood, Iago, Blood!

É assim a frase do mouro Othelo quando fica louco de ciúmes de Desdêmona, direcionada ao fomentador Iago. Iago, o maior papel shakesperiano que tive a honra de interpretar em público. O ciúme, como em toda história boa, era sem fundamento. Isso não importava. Othelo não vê suas virtudes, Desdêmona não vê como suas virtudes poderiam ser mal-interpretadas.

Mas tudo isso foi pra falar de ciúme. Ciúme, ao menos no meu caso, funciona de forma diretamente proporcional a quanto eu valorizo algo. Acho que é normal pra qualquer ser humano querer que algo valorizado mantenha-se por perto. É claro que, nesse caso, ciúme se aplica a tudo, mulher, carro, disco, etc. Pessoalmente tenho ciúmes do meu violão, apesar de não ser nenhum Baden Powell. Mas tomo muito cuidado com ele e não gosto de ter outras pessoas mexendo nele. Mas aceito que mexam e até, dependendo da capacidade violonística, permite que toquem algumas músicas.

Na verdade, a única coisa material que realmente não deixo ninguém mexer além de mim é meu Mac. Aliás, esse negócio de dar nome pra computador só funciona com Macs. O Meu chama-se "Ti" (pronunciado tai, começo da palavra titanium, material do qual ele é feito) , e por muito tempo usei um Tie Fighter como ícone. Era um jogo de palavras. Get it? Pensei várias vezes em mudar o nome do bicho, mas sei que vou continuar chamando de Ti. Igual ao Kenny, outro Mac que tive que ao desligar falava "oh my God, they killed Kenny!". Mesmo depois de mudar de nome, devido a trabalho, continuei chamando de Kenny. Macs viram gente na cabeça da gente.

Mais uma vez floreei, floreei e não falei o que eu queria. Talvez porque isso seja pessoal, não sei... Mas sempre me considerei ciumento, ma non troppo. Quer dizer, ciúme eu tenho, mas não faço cena. Nunca tive necessidade de fazer, embora já tenha discutido bastante por causa de bobagem. Em geral, é bobagem. Mesmo se não for, é melhor pensar que é e se iludir, em geral, do que pensar no pior. Eu nunca traí ninguém. Eu acredito piamente que nunca fui traído. Nunca tive razão pra desconfiar de namorada nenhuma minha, na verdade muito pelo contrário, sempre tive mil razões pra confiar. Mas vejo tanta coisa por aí que pareço uma irregularidade estatística e acabo me preocupando. Será que vai ser agora que entro no grupo "normal"? Será que acabou de ser? Minha paranóia bate, o mundo inteiro me persegue, como seria possível?

Não sei. Realmente não sei. Não sou perfeito e sei disso. Mas acho o ato da traição algo tão desprezível que por causa disso nunca vou conseguir me adaptar a esse estilo americano de namoro, que continua namorando outras pessoas, mesmo saindo com alguém por mais de 3 meses, porque nunca se declararam exclusivos. A verdade é que, apesar da fantasia óbvia, sou homem de uma mulher só. Até já tive oportunidade de realizar a fantasia do menage, mas desisti porque não queria dividir a minha namorada com ninguém, nem que essa pessoa fosse outra mulher (como era o caso). Ela entendeu, na época. E também acho que ela pensava o mesmo com relação a mim, então ficou tudo numa boa.

Tudo isso é, na verdade, por causa de um comentário num blog. Sei que não é nada, sei que o artigo foi escrito faz tempo, sei que o comentário em si significava passado. Mesmo assim, noto uma cumplicidade que não tenho, um passado que não sei até que ponto realmente é passado enterrado. Meu cérebro, racional que é, afirma: "Que tipo de cumplicidade você quer a esta altura, panaca? E ouve o que ela te diz, não suas elocubrações!" e eu fico sem resposta, claro. O que quero ou não, não importa. Estou lidando com o que é possível, devido a circunstâncias fora do nosso controle. Antecipando o amanhã, sem dúvida. Querendo que fosse hoje.

Sei que estou reagindo loucamente, afinal, tudo está indo bem. Tou nervoso. Ela também. Tou antecipando. Ela também. Queremos nos ver. Nos falamos toda hora. O que acontece é que estou vendo tantas virtudes nela que estou cego pras minhas. Nunca pensei que acabaria reprisando meu papel de Iago, mas acumulando o Othelo também...

Prometi pra mim mesmo que não escreveria mais sobre isso, porque acabo me arrependendo, mas pra isso que fiz essa página. E daqui a pouco vou falar com ela e tudo isso vai ser loucura, parecer loucura, ser demais... e vou voltar a ser o espectador desse meu drama causado pela distância e minha mente que não pára.... e perceber o quanto estou sendo infantil... e adorar que estou sendo.




by Mau on 5/29/2003 08:03:00 PM | #
What's on your mind?





Menos de 9%

Eu sempre soube que era parte de uma seleta parte da população. Acabo de saber que faço parte de uma camada de menos de 9% da população.

Sou uma das (aparentemente poucas) pessoas que utilizam a Internet como não somente a primária mas a única fonte de notícias.



by Mau on 5/29/2003 10:34:00 AM | #
What's on your mind?


Wednesday, May 28, 2003



Ain't No Sunshine

Ain't no sunshine when she's gone
It's not warm when she's away
Ain't no sunshine when she's gone
And she always gone too long anytime she goes away

Wonder this time where she's gone
Wonder if she's gone to stay
Ain't no sunshine when she's gone
And this house just ain't no home
Anytime she goes away

And I know, I know, I know, I know
I know, I know, I know, I know
I know, I know, I know, I know
I know, I know, I know, I know
I know, I know, I know, I know
I know, I know, I know, I know
I know, I know

Hey I'll leave the young thing alone
But ain't no sunshine when she's gone
Ain't no sunshine when she's gone
Only darkness everyday

Ain't no sunshine when she's gone
And this house just ain't no home
Anytime she goes away
Anytime she goes away
Anytime she goes away
Anytime she goes away




by Mau on 5/28/2003 04:11:00 PM | #
What's on your mind?





Funny:

----
SINGLE BLACK FEMALE seeks male companionship, ethnicity unimportant. I'm a
very good looking girl who LOVES to play. I love long walks in the woods,
riding in your pickup truck, hunting, camping and fishing trips, cozy
winter nights lying by the fire. Candlelight dinners will have me eating out of
your hand. Rub me the right way and watch me respond. I'll be at the front
door when you get home from work, wearing only what nature gave me. Kiss me
and I'm yours. Call (404) 875-6420 and ask for Daisy.

Over 15,000 men found themselves talking to the Atlanta Humane Society
about an 8-week old black Labrador retriever.
Men are so easy..
----

Yes, yes we are...


by Mau on 5/28/2003 12:09:00 PM | #
What's on your mind?


Monday, May 26, 2003



Don't Panic

O Hitchhiker's Guide to the Galaxy tem essas duas palavras na capa. Eu devia aprender a seguir esse conselho... Ainda bem que as pessoas importantes entendem...


by Mau on 5/26/2003 08:08:00 PM | #
What's on your mind?


Friday, May 23, 2003



Shitshitshitshit

I'm such a dufus....


by Mau on 5/23/2003 04:26:00 PM | #
What's on your mind?





Escorra através dos laços efêmeros da terra!

Oh, I have slipped the surly bonds of earth,
And danced the skies on laughter silvered wings;
Sunward I've climbed and joined the tumbling mirth
Of sun-split clouds and done a hundred things
You have not dreamed of --
Wheeled and soared and swung
High in the sunlit silence.
Hovering there
I've chased the shouting wind along and flung
My eager craft through footless halls of air.
Up, up along delirious, burning blue
I've topped the wind-swept heights with easy grace,
Where never lark, or even eagle flew;
And, while with silent, lifting mind I've trod
The high untrespassed sanctity of space,
Put out my hand, and touched the face of God.
-- John Gillespie Magee Jr., "High Flight"


by Mau on 5/23/2003 10:21:00 AM | #
What's on your mind?


Thursday, May 22, 2003



Chuva

Chove lá fora....

Fico todo estranho, meio tendo uma daquelas experiências de fora do corpo. Sei que estou com fome e quero comer, mas não me animo pra me levantar. Dor de cabeça de leve por causa da baixa pressão. Tou sentindo um ventinho gostoso, o ar-condicionado desligou, então só pode ser uma corrente de convecção. Correntes de convecção são correntes de ar formadas em um ambiente fechado quando o ar que está esquentando pela presença humana sobe e um ar mais frio entre por uma fresta ou outra. Basicamente é corrente de ar formada por princípios termodinâmicos.

Li sobre isso num livro do Monteiro Lobato (Os Serões de Dona Benta) quando tinha uns dez, doze anos, e muitos anos depois, na faculdade de engenharia Mecânica, usei o que aprendi no livro pra passar. Paulo Coelho é apenas mais uma demonstração de como a nossa literatura foi de Dona Benta pra Rabicó em menos de um século.

Justo agora meu iTunes começou a tocar Aquarela do Brasil, na versão do Django Rheinhardt, pra muitos o melhor guitarrista de todos os tempos.

Fico eu aqui, ouvindo a chuva, me lembrando de outras chuvas batendo na grama, em Teresópolis, o cheirinho de grama molhada, o balanço gostoso da rede...


by Mau on 5/22/2003 07:50:00 PM | #
What's on your mind?





Higiene diz tudo

Olha, não sou fanático por higiene. Já comi biscoito que caiu no chão quando era criança, já tirei meleca (mas nunca comi!) e não escovo os dentes quanto deveria ou gostaria. Mas me considero uma pessoa limpa, no geral. Lavo roupa, louça, passo aspirador e vassoura e tudo o mais. Minha casa é limpa.

Só que no escritório não sou só eu. Tem mais uns 10 aqui no total, entre homens e mulheres. Acontece que, como estamos pra mudar de um escritório pra outro, acabamos ficando todos dentro de uma área em que só tem um banheiro pra todo mundo.

É batata, dá pra saber se alguém é boa gente ou não pelos hábitos higiênicos. Você imediatamente sabe quem tem consideração pelos outros na hora de dividir banheiro. Eu tinha brigas terríveis com minha irmã por causa da maldita tábua. Abaixada ou não? Homens (eu e meu irmão) votavam a favor da tábua levantada, pelo argumento masculino óbvio de que haveria mais vezes que a tábua levantada seria necessária mais vezes. O outro argumento era que é sempre mais simples abaixar a tábua que levantá-la, principalmente em emergências. Minha irmã usava o argumento feminino óbvio de que a pior coisa que pode acontecer a um homem com a tábua abaixada é ter que remover pinguinhos da tábua, quando o problema de sentar no vaso frio à noite sem a tábua é muito pior. Resultado: dilema. Ambos estávamos corretos. Precisávamos então de uma solução à parte. Algo que não seria lá nem cá, mas que todo mundo se sentisse beneficiado. Donde a idéia de manter tanto a tábua quanto a tampa abaixados. Assim não haveria problemas no meio da noite e nem respingos. Bastava assumir que a tábua sempre estaria fechada. E vivemos felizes para sempre, até um dos homens (não digo qual) inundar o banheiro de madrugada porque esqueceu de levantar a tampa, mas isso só aconteceu uma vez e havia um atenuante etílico.

Pois aqui no escritório algo que eu temia aconteceu. Na hora de dividir banheiros, as pessoas que são desprezíveis acabam também sendo porcas. Acabo de entrar no banheiro, são seis e meia da tarde, a privada tá entupida. Só tinha um outro cara no escritório e ele tinha acabado de sair do banheiro. Tem um desentupidor do lado da privada. Pô, custava ter desentupido? Tudo bem, pelo menos ele não deixou nada sólido por ali, mas puta que pariu, vai ser porco assim na casa do cacete! Eu desconfiei do entupimento e puxei a descarga assim que entrei. Desentupi e usei. Tou pê da vida com o disinfeliz.

Isso foi, pra mim, a cereja no sundae, realmente. Quase todo mundo aqui faz coisas nojentas. Acho que americano é porco mesmo. O engraçado é que o chinês e o mexicano são bem limpinhos. São dois caras extremamente trabalhadores e que não se enrolam nas políticas de escritório. Já o australiano escroto, que enerva Deus e o mundo, é um porco de carteirinha. Os dentes mais mal-cuidados que já vi na minha vida, o cara é um pôster de doenças dentárias ambulante. Além disso, sempre deixa a tábua pra cima, enervando as mulheres, e já vi até pentelho do cara no vaso. Pô, custa dar uma descarga a mais? Caramba...

Isso sem contar o dilema do papel higiênico. Acho que sou o único homem no prédio que se dá ao trabalho de trocar o papel higiênico por um novo quando acaba. Isso é tão difícil assim? O papel higiênico novo fica guardado em cima da caixa d'água da própria privada, nem longe fica....

A verdade é que, se dependesse de mim, eu já tinha mandado metade desse povo embora, por justa causa higiênica. Tem um monte deles que não faz porra nenhuma o dia inteiro mesmo... O australiano babaca passa metade do dia cuidando do website do cachorro dele. Escovar o dente que é bom, neca de pitibiriba. Nunca achei que aquele papo de o hábito faz o monge pudesse ser aplicado numa situação tão díspar como essa. Entendeu? Hábito! Sacou? Ah, deixa pra lá, não é tão engraçado assim...

Diga-me como você vai ao banheiro e eu te direi quem és!



by Mau on 5/22/2003 06:54:00 PM | #
What's on your mind?


Wednesday, May 21, 2003



Today's Fortune:

hacker, n.:
Originally, any person with a knack for coercing stubborn inanimate
things; hence, a person with a happy knack, later contracted by the
mythical philosopher Frisbee Frobenius to the common usage, 'hack'.
In olden times, upon completion of some particularly atrocious body
of coding that happened to work well, culpable programmers would gather
in a small circle around a first edition of Knuth's Best Volume I by
candlelight, and proceed to get very drunk while sporadically rending
the following ditty:

Hacker's Fight Song

He's a Hack! He's a Hack!
He's a guy with the happy knack!
Never bungles, never shirks,
Always gets his stuff to work!

All take a drink (important!)


by Mau on 5/21/2003 04:43:00 PM | #
What's on your mind?





The Druggist

A lady walks into the drug store and asks the druggist for some arsenic. The druggist asks "Ma'am, what do you want with arsenic?".
The lady say's "To kill my husband."
"I can't sell you any for that reason" says the druggist.
The lady then reaches into her purse and pulls out a photo of a man and a woman in a compromising position, the man is her husband and the lady is the druggist's wife, and shows it to the druggist.
He looks at the photo and says: "Oh, I didn't know you had a prescription!"


by Mau on 5/21/2003 10:18:00 AM | #
What's on your mind?


Tuesday, May 20, 2003



Diferenças Culturais

Meu melhor amigo é indiano. Na verdade, ele é Sikh, da região do Punjab, no norte da Índia. Casou um casamento arranjado e é muito feliz. Conheço a mulher dele, a adoro e acho que foi um match excelente, embora muito difícil de acontecer se não fosse o arranjo. Sei que não houve loucuras como dote.

Porém, o dote ainda é muito comum na Índia. E agora, graças a uma mulher corajosa, estão fadados a desaparecer:

Nisha Sharma


by Mau on 5/20/2003 03:23:00 PM | #
What's on your mind?





Oy Vey!

Finally, the Kosher Computer!!!


by Mau on 5/20/2003 03:12:00 PM | #
What's on your mind?


Monday, May 19, 2003



Como virar um idiota público ou um herói da Internet

Passo 1:
Use a camera da escola escondido e esqueça de tirar a fita
http://www.teamabuse.com/toxic/stuff/Star_Wars_Kid.wmv

Passo 2:
Em pouco tempo você se transformará em um herói popular na Internet. Ou um idiota público, dependendo do ponto de vista.
http://www.teamabuse.com/toxic/stuff/Star_Wars_Kid_Remix.wmv


by Mau on 5/19/2003 05:57:00 PM | #
What's on your mind?





Malhação Total

Voltei pra academia hoje, depois de mais de uma semana de ausência. Senti falta quase física da coisa toda. Finalmente venci a preguiça de manhã, e, como sempre, estou com mais energia hoje do que seria normal, ou prudente.

Impressionante como academia me deixa com pique fortíssimo, a melhor idéia que tive foi essa de ir malhar pela manhã. Fico "pumped up" o resto do dia.

O panaca que me passa tarefas falou que o software que tenho tem que ficar pronto até o meio de Outubro. Eu estava pensando em terminar tudo até o fim de Junho. Acho que tenho uma boa sobra de tempo, hehehe... Vamos ver...


by Mau on 5/19/2003 12:08:00 PM | #
What's on your mind?


Friday, May 16, 2003



Major Tom to Ground Control

I'm feeling very strange. And the Earth looks very different... Today.


by Mau on 5/16/2003 06:32:00 PM | #
What's on your mind?





The Matrix Reloaded

Caraca, que filme incrível! Não vou falar do roteiro, diálogos ou nada disso. Filme ótimo, duas horas e meia de ação, cenas de kung-fu dignas dos melhores Jet Li ou Jackie Chan ou Bruce Lee das fases de Hong Kong.

Tem algumas cenas desnecessárias, outras que se sabe que os produtores colocaram no filme. Mesmo assim, em dois momentos, o cinema inteiro bateu palmas. No meio do filme. Isso não é comum. Estou na Flórida, manifestações desse tipo são quase consideradas falta de educação. Pra algo assim acontecer, é porque o filme realmente acertou na veia emocional.

Mencionei que o filme é incrível? Pois é...


by Mau on 5/16/2003 06:31:00 PM | #
What's on your mind?





Mentiras

Hoje conversei com uma ex. É impressionante a capacidade dessa pessoa de mentir. Às vezes me pego pensando até onde ela vai mentir e inventar coisas que nunca aconteceram, enquanto ela fala. Sempre olhando pro passado e distorcendo tudo pra ver se me manipula e largo tudo pra ficar com ela. De repente, fiquei com uma pena tremenda dela. Lembrei de um texto taoísta que li no blog do . Como as pessoas andam pra frente, mas virados pra trás, sempre com a cabeça no passado.

Bem, considerando que durante a minha vida inteira fui chamado de sonhador, sempre com a cabeça nas nuvens... acho que não sou de olhar pra trás, apesar da frase anterior ser meio assim. Uou... relendo, acabei de dizer que ao olhar pra trás, vejo que estava sempre olhando para frente. Ainda estou. Eu não me deixo abalar pelas desventuras. Elas existem, são parte da vida. Estou sempre pensando em como posso ficar melhor. Tentando fazer limonada com os limões. É clichê, mas é verdade.

Não acho que eu seja especialmente iluminado ou nada assim, não é isso. É só porque prefiro levantar a cabeça e deixar o que passou pra trás. Não dá pra desderramar o leite, só pra limpar a sujeira, quando acontece. E quando converso com ela, fica claro pra mim que nem todo mundo é assim. Tudo com ela é um problema. Quando conversamos, falo talvez uma ou outra frase apenas, porque tenho que pensar em tudo antes de falar. Sei que se eu falar no eclipse, ela vai arrumar um jeito de dizer que foi minha culpa. Aí canso e quero desligar. Processo destrutivo não é fácil... Vou é me afastar.

Primeira vez que tomo uma decisão consciente de me afastar de alguém completamente. Does not feel good. Sensação de ter perdido tempo e esforço tentando construir uma amizade. Bem, não se pode ganhar todas.



by Mau on 5/16/2003 06:25:00 PM | #
What's on your mind?


Sunday, May 11, 2003



Funcionou, então....

Aparentemente, tudo está funcionando.

Então, vejamos.... o que mudou desde 2002?

Mudei de emprego, entrei e saí de um doutorado, fui desprezado por uma, procurado por outra, e acho que estou é me envolvendo de verdade com uma terceira, que deixa as outras (todas) no chinelo.

Vou parar com as declarações escancaradas, porque já mordi minha língua aqui e não quero morder mais.

Trabalho está interessante. É muito engraçado como politicagens de meia tigela podem destruir o moral de um time. Cara, se eu estivesse ali antes, teria feito tudo diferente... Oh, well, eu não estava, só posso é pensar em mudar o que há, e talvez mudar o que virá para melhor.


by Mau on 5/11/2003 03:57:00 PM | #
What's on your mind?





Ah... 2003

Tenho tentado escrever, mas parei por pura falta de tempo e por esta merda quebrar em mim o tempo todo. Vamos tentar novamente, 2003 tem sido um ano bom, talvez agora isso funcione...


by Mau on 5/11/2003 03:52:00 PM | #
What's on your mind?


  Older Truth


Powered by Blogger

  Other Minds

Biquini Cavadão
Cabeça de Bacalhau
Encucada
Rainer
Telescópica
Cultura da Pizza
Clarabóia
Os Cravos de Jó
Universo Z
Webdomadário
Pedro No Mínimo
Dear Raed
Joi Ito
William Gibson
Woz
E mais nada...

  Photos

Click here to see my Fotolog. A picture a day keeps the doctor away.

  More about me

  Now playing, in iTunes: